Programa Direção Espiritual => Toda Quarta-feira às 22:00h. na Canção Nova ★

domingo, 18 de abril de 2010

Vivendo a transformação interior - Homilia Kairós Canção Nova

Vivendo a transformação interior


Homilia - Kairós Canção Nova
18/04/2010
Fonte: Site Canção Nova
O lema da minha ordenação sacerdotal é: “E a sorrir, pronunciaste meu nome”.

Quando a nossa mãe nos chama pelo nome composto é sinal que a coisa não está boa, “o mar não está para peixe”. Toda palavra tem um invólucro, que é aquela emoção da voz. Tudo depende da maneira como o outro diz o seu nome, ou como diz a frase.

Padre Fábio de Melo preside Missa na Canção Nova
Foto: Vânia/CN
+ Fotos no Flickr

Um dia escutei Jesus chamando meu nome assim: “Fábio meu filho”. Sorrindo mesmo. Jesus é muito tranquilo quando chama, porque Ele sabe que se for dócil, aquele que é chamado, a pessoa vai ficar do jeito que Ele quer.

Deus nos chama pelo nome. Deus me chamou na minha infância simples, mas extremamente rica de poesias e significado. Deus usou das imagens que sabia que me atrairiam, não me chamou a partir de coisas que eu não gostava. Deus é sábio. Num primeiro momento, Ele se utiliza de contextos dos nossos desejos, das alegrias que nos arrepia a alma, depois que entramos no processo, Ele vai com pedagogia nos dizendo que depois do “leite” tem que ter “alimento sólido”.

Quer ser grande? Passe pelo caminho da humilhação. A primeira vez que Deus te chama, é uma história bonita, mas dura. Jesus com um método pedagógico maravilhoso faz com que os discípulos voltem à vida antiga. Depois do calvário, qual foi a primeira frase? “Vamos pescar.” Os olhos dos discípulos se abriram no contexto de uma vida antiga, mas inadequada.

"A nossa verdade é o lugar onde Deus trabalha", afirma Padre Fábio de Melo
Foto: Vânia/CN

A nossa verdade é o lugar onde Deus trabalha, onde Ele pode agir. Aos poucos vamos sendo chamado de outras formas, vamos sentindo que Deus vai chamando o nosso nome de outro jeito, e se correspondemos com o que Deus vai mudando dentro de nós, com certeza ficaremos cada vez melhores, porque quando Deus faz, não faz porcaria.

O que você faz com a fragilidade que tem dentro de você? A proposta de Jesus para nós é violenta, e por isso, Ele disse que só vai entrar no Reino dos Céus os violentos.

A mesma Voz que me chamou um dia, chama você também. A partir dos seus recursos, Deus vai te transformar em uma pessoa muito melhor do que você é.

Eu não sei quando foi que Jesus entrou na sua vida, ou os recursos que Ele usou para chamar a sua atenção. Não sei se Jesus já entrou muito ou pouco na sua vida, mas de uma coisa eu tenho certeza: você já não é mais o mesmo, alguma coisa de muito divino já começou acontecer dentro de você.

Ninguém está garantido, nós estamos todos no mesmo processo para o coração ficar melhor. Às vezes, o reflexo do outro nos vai fazendo ser melhor, como outros que nos fazem retroceder. Nós não queremos retroceder. Eu não sei o quanto Deus já entrou em você, mas uma coisa é certa: Ele está à porta do seu coração para te fazer um homem novo, uma mulher nova.




A esperança que constrói a alegria - Pregação Kairós na Canção Nova

A esperança que constrói a alegria
Pregação Kairós - Canção Nova
18/04/2010

Fonte : Site Canção Nova

Para chegarmos ao Céu não podemos parar de lutar. Não podemos desapontar a Deus. “Viver pra mim é Cristo, quando se é cristão não se para de lutar”. É por isso que eu enfrento o dia de hoje com essa disposição. Deus não nos trouxe aqui por acaso. Deus não nos tiraria da nossa casa, sem que nada aconteça, hoje, dentro de nós. Eu não quero que esse dia passe em branco.

Padre Fábio de Melo na Canção Nova
Foto: Vânia/CN
+ Fotos no Flickr

“Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! Seja conhecida de todos os homens a vossa bondade. O Senhor está próximo. Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças. E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus” (Filipenses 4,4-7).
Quando você escuta a palavra alegria, qual a primeira imagem que vem ao seu coração? Um circo, alguém rindo... A nossa compreensão do que chamamos alegria é bem rasa, é algo mais externo. Alegria não pode ser na nossa vida apenas fator externo. A alegria que hoje São Paulo recomenda aos Filipenses é o que queremos.
A esperança é o que faz com que encaremos a vida, mesmo que tenhamos dificuldade. A esperança cristã precisa ser operante, alguém que está esperando se antecipa.


Alegrai-vos na esperança. Como ter alegria a partir da esperança? Só tem direito de sorrir aquele que verdadeiramente preparou as razões para o sorriso. A esperança é comprometedora, eu tenho que fazer um contexto de ações para que minha esperança não seja em vão. Muitas vezes queremos as realizações, mas não queremos o compromisso da esperança. Se quisermos a alegria sem nos comprometermos com a esperança, ficaremos desiludidos. Temos direito de esperar pela alegria quando não paramos de lutar. Esse é o segredo dos campeões. O caminho que nos leva a alegria é a esperança.

A alegria vai embora da nossa vida porque falta o compromisso com a esperança. Não podemos abrir mão daquilo que somente nós podemos fazer. Cristianismo é lutar todos dias para que a esperança seja verdadeira. Cristianismo é luta, é aprender a lidar consigo mesmo.

“Eu não dou conta”. Esta é a frase que mais mata as pessoas hoje. “Eu não dou conta de parar de fumar” “Eu não dou conta...” Eu sei que não é fácil parar de fumar, não é brincadeira, mas começar foi brincadeira, então assuma a responsabilidade e pare de fumar. O caminho é estreito, e quem achou que era fácil estava enganado. Pare de perder a sua saúde, sua vitalidade, pare de jogar dinheiro fora. Eu sei que não é fácil, mas busque ajuda.

Não acredite naqueles discursos que querem te enganar, o céu não se compra com dinheiro, mas com atitude, conversão. Deus não é moeda de troca. Não corra atrás de um cristianismo que te ilude, para chegar ao Céu é preciso trabalhar.

“Viver pra mim é Cristo, morrer para mim é ganho, não há outra questão, quando se é cristão não se para de lutar. Triunfarei sobre o mal, conquistarei troféus, não há outra questão quando se é cristão não se para de lutar”.

A construção da nossa esperança passa pelos nossos amigos. A santidade só é possível na comunhão. Recorde-se das pessoas que te ajudam na construção da sua esperança. Não perca a capacidade de trazer para sua vida aquelas pessoas que te ajudam a trazer de pé a sua esperança.

Fonte : Site Canção Nova