Programa Direção Espiritual => Toda Quarta-feira às 22:00h. na Canção Nova ★

domingo, 3 de maio de 2009

Arvoreando - Música do CD "Eu e o Tempo" - Pe. Fabio de Melo

Por Padre Fábio de Melo,na gravação do CD e DVD "Eu e o Tempo" no Canecão, Rio de Janeiro. Como sempre nos presenteia com os seus Dons, através de suas palavras abençoadas, antes de cantar a música Arvoreando.


“Uma das coisas que eu acho fascinante em Jesus, é a Capacidade que ele tinha de encontrar no meio da multidão as pessoas. Quando ele era capaz de reconhecer em cima de uma árvore um homem, e descobrir nele um amigo. Bonita né, uma amizade que nasce a partir da precariedade. Quando você chega desprevinido, o outro viu o que você tem de pior, e mesmo assim ele se apaixonou por você.
Amor concreto, cotidiano, diário. Jesus se apaixonava assim pelas pessoas e as tornava suas amigas, trazia para perto dele. É fascinante olhar para a capacidade que esse homem, que esse Deus tem , de investigar a miséria do outro e encontrar a pedra preciosa que está escondida.
Isso é Páscoa, isso é ressurreição, é quando no sepulcro do nosso coração alguém descobre um fio de vida e ao puxar esse fio de vida, faz com a gente que se torne melhor.
Não há nada mais bonito do que você ser achado quando você está perdido. Do que ser encontrado no momento em que você não sabe pra onde ir, e nem onde está
O amor humano tem a capacidade de ser amor de Deus em nossa vida por causa disto, porque ele nos elege.
Por isso que é bom nós termos amigos, porque na verdade as pessoas amigas, antecipam no tempo aquilo que nós acreditamos ser eterno.
Quando elas são capazes de olhar para nós e descobrir que temos de bonito, mas que as vezes costuma ficar escondido, por trás daquilo que é precário.
Agradeço muito a Deus pelos amigos que eu tenho, pelas pessoas que descobriram o que eu tenho de pior, uma coisinha que eu tenho de bom e mesmo assim continuam do meu lado. Me ajudando a ser gente, me ajudando a ser mais de Deus, ajudando a buscar dentro de mim a essência boa, que a gente acredita, que Deus esqueceu em cada um de nós.
Ter amigos como diz meu amigo gaucho “Maninho” é como arvorear, lançar galhos, lançar raízes para que o outro quando olhe a árvore, saiba que nós estamos ali, que nós permanecemos para trazer ao outro um pouco de aconchego, que as vezes ele precisa na vida.
Arvoreie, crie árvores, seja amigo!"


Já dizia Mario Quintana: Se tiver que me esquecer, esqueça, mas bem devagar.
Pe. Fabio de Melo


Letra :
Flores são todas as cores
Se tantos amores
Que eu nunca esqueci
Límpida passa no peito essa seiva
Verdade que me une a você

Livre de toda a maldade
Essa tal de amizade pra mim é raiz
Que deixa marcas no solo
É a beleza do colo, do ombro e do sim
Necessidade da terra
Presença
Essencial para a vida

A sua maneira de ser para mim
Já poda o que há de ruim
A minha vontade de ser pra você
Feito sombra, descanso sem fim
E se algum dia esquecer de mim
Só se lembre que eu tenho raiz
Só se lembre que estou por aqui

Necessidade da terra
Presença
Essencial para a vida


A sua maneira de ser para mim
Já poda o que há de ruim
A minha vontade de ser pra você
Feito sombra, descanso sem fim
E se algum dia esquecer de mim
Só se lembre que eu tenho raiz
Só se lembre que estou por aqui.



Um comentário:

  1. O Blog é lindo! Tudo que vem do Padre Fábio é
    belo e sereno. Conheci o trabalho dele no ano
    passado e fiquei impressionada com as letras de
    suas músicas e palestras.Ele fala de tudo como
    se tivesse vivenciado aquilo profundamente(ser pai,mãe,marido, mulher,...).
    Padre Fábio, siga o seu caminho, qué é belo. Não deixe que o sucesso tire sua simplicidade. Estou vivendo isso, mas tento lembrar sempre quem sou.
    Ques lhe proteja.
    Adriana Lopes

    ResponderExcluir

Agradeço a sua visita e comentário no Blog.
Espero que tenha gostado.